05.jpg
  help
Voltar a ti > José Rodriques
Sábado, 27 Janeiro 2018, 16:00
Voltar a ti

Amor, família, perda e transformação em Voltar a ti
José Rodrigues apresenta um romance em que explora as muitas formas de amar.

Depois de O rio de Esmeralda, obra de estreia publicada pela Coolbooks, José Rodrigues apresenta o seu novo romance, Voltar a ti, disponível a partir de hoje.
Recheada de personagens imperfeitas com percursos de vida atribulados, esta obra, simbolicamente pontuada pelas fotografias de Sara Augusto, aborda temas atuais e pertinentes como a importânciadas relações familiares, o valor das segundas oportunidades, a redescoberta da felicidade ou a incompreensão perante a doença mental. Constança estabelece as suas rotinas entre o trabalho, no Porto, e afamília, em Cabeceiro, quando um desafiante projeto profissional a levaaté Albufeira. Aí, a vida de rumo previsível que levava é posta à prova,levando-a a questionar tudo aquilo que tinha como garantido.Terminado o projeto, Constança regressa ao Norte e procura voltar àsua vida anterior. Tudo parecia voltar ao normal, até que uma tragédiase abate sobre a família de Constança. A sua vida partiu-se em pedaçosque pensava ver desfeitos para sempre, mas, inesperadamente, ocoração surpreende-a e apresenta-lhe as mais belas razões para viver.


SINOPSE
«O amor não é sentimento para repousos longos e confiantes, mas,como acontece com todas as coisas intensas deste mundo, é uma dasfontes maiores da felicidade humana.»Constança divide os seus dias entre dois mundos. Na cidade grande doNorte, o trabalho e Guilherme, o companheiro com quem reparte osplanos para o futuro. Na sua pequena aldeia do interior, encontra adoçura das memórias de infância e o carinho dos pais, enquanto apoia e conforta o irmão mais velho, Luís, recentemente regressado a casa,onde procura recuperar de um profundo desgosto.Um inesperado desafio profissional força-a a alterar as rotinas. Se adistância geográfica a obriga a reconstruir a sua presença habitual entreos dois lugares, sentimentos novos e inesperados abrem-lhe umcaminho até agora desconhecido pelo seu coração.Entre a tragédia e a perda, o amor e a saudade, o novo mundo deConstança surge de forma intensa, surpreendendo-a a cada passo e acada incerteza. Com ele, a sua reconstrução interior e também a espera,sempre paciente, pela felicidade...

Amor, família, perda etransformação em Voltar a tiJosé Rodrigues apresenta um romance em queexplora as muitas formas de amarDepois de O rio de Esmeralda, obra de estreia publicada pelaCoolbooks, José Rodrigues apresenta o seu novo romance, Voltar a ti,disponível a partir de hoje.Recheada de personagens imperfeitas com percursos de vidaatribulados, esta obra, simbolicamente pontuada pelas fotografias deSara Augusto, aborda temas atuais e pertinentes como a importânciadas relações familiares, o valor das segundas oportunidades, aredescoberta da felicidade ou a incompreensão perante a doençamental.Constança estabelece as suas rotinas entre o trabalho, no Porto, e afamília, em Cabeceiro, quando um desafiante projeto profissional a levaaté Albufeira. Aí, a vida de rumo previsível que levava é posta à prova,levando-a a questionar tudo aquilo que tinha como garantido.Terminado o projeto, Constança regressa ao Norte e procura voltar àsua vida anterior. Tudo parecia voltar ao normal, até que uma tragédiase abate sobre a família de Constança. A sua vida partiu-se em pedaçosque pensava ver desfeitos para sempre, mas, inesperadamente, ocoração surpreende-a e apresenta-lhe as mais belas razões para viver.SINOPSE«O amor não é sentimento para repousos longos e confiantes, mas,como acontece com todas as coisas intensas deste mundo, é uma dasfontes maiores da felicidade humana.»Constança divide os seus dias entre dois mundos. Na cidade grande doNorte, o trabalho e Guilherme, o companheiro com quem reparte osplanos para o futuro. Na sua pequena aldeia do interior, encontra adoçura das memórias de infância e o carinho dos pais, enquanto apoia e conforta o irmão mais velho, Luís, recentemente regressado a casa,onde procura recuperar de um profundo desgosto.Um inesperado desafio profissional força-a a alterar as rotinas. Se adistância geográfica a obriga a reconstruir a sua presença habitual entreos dois lugares, sentimentos novos e inesperados abrem-lhe umcaminho até agora desconhecido pelo seu coração.Entre a tragédia e a perda, o amor e a saudade, o novo mundo deConstança surge de forma intensa, surpreendendo-a a cada passo e acada incerteza. Com ele, a sua reconstrução interior e também a espera,sempre paciente, pela felicidade...
«Love is not a feeling appropriate to long and confident pauses, rather one of the finest sources of human happiness – as are all intense things in this world.» Constança divides her time between two worlds. In the big city, up in the north, there is work and Guilherme, her life partner with whom she plans the future. In her small town in the countryside, she finds the warmth of her childhood memories and the love of her parents, while she also supports and comforts her older brother, Luís, recently returned to their family home, and recovering from a profound heartbreak.
An unexpected professional challenge makes her change her routines. And while the new distance forces her to rediscover her way to both her homes, new and unexpected feelings disclose uncharted territory to her heart.
Between tragedy and loss, love and longing, Constança’s new world emerges in an intense way, surprising at each uncertain step. With it a new self slowly emerges, along with the ever-patient wait for happiness.»
Com formação superior na área da gestão e carreira como consultorempresarial e formador. É sócio fundador da Visar, onde desenvolvetoda a sua atividade profissional, em especial na área dos seguros.A família e os amigos, o karaté e o futebol veterano, complementam oenorme gosto pela escrita.
Localização : Galeria

Voltar

Rua Rodrigues Faria,n. 103 - Ed. G - 0.3, 1300-501 LISBOA (Antiga Gráfica Mirandela em Alcântara)